tesla2

A Tesla diz que este o Model X é o SUV “mais seguro, rápido e eficaz da história”. OK, pelo menos rápido ele é…

O Model X,é  o segundo modelo elétrico de “grande consumo” da marca, este em formato SUV e, como já se percebeu, com potência suficiente para deixar os mais céticos a coçar a cabeça…

Para além destes números, o que imediatamente salta à vista são as portas traseiras tipo “gaivota” – que a Tesla denomina como “Falcon Wings” – com têm dupla articulação e estão equipadas com sensores para evitar obstáculos e abrir com o ângulo adequado.

Esta é uma opção que a Tesla justifica com a maior facilidade de acesso aos bancos traseiros, na segunda e terceira filas – sobretudo para crianças. E, como se percebe, o espaço é suficiente para, pelo menos, cinco crianças e dois adultos; ou sete adultos; ou qualquer outra combinação possível…

Com um motor elétrico em cada eixo – o da frente a debitar 259 cv e o de trás 503 cv – alimentados por uma bateria de 90 kWh, a autonomia máxima garantida pela marca é de 400 Kms. Este é um valor conseguido também graças ao baixo coeficiente aerodinâmico de 0,24. Um spoiler ativo surge da traseira do carro em andamento, para ajudar. Os 3,2 segundos dos zero aos cem Km/h são conseguidos com o upgrade “Ludicrous Speed”; sem este kit, o valor é de 3,8 segundos.

Apesar de alto e pesado (quase duas toneladas e meia), o Model X tem um centro de gravidade baixo, com a bateria montado por debaixo do piso do carro. A Tesla garante que a estrutura que alberga as baterias reforça a segurança nos impactos laterais e que a ausência de um motor de combustão permite ao compartimento da frente (transformado em bagageira) absorver mais eficazmente impactos frontais.

Outro detalhe relativo a este Model X é que está preparado para condução autónoma, com vários sensores tipo sonar e câmaras frontal e traseira, que monitorizam o exterior a cada momento e atuam em conformidade – incluindo a travagem automática de emergência.

O Tesla Model X deverá ser colocado à venda nos EUA na segunda metade de 2016 e o preço por lá, para a versão de topo Signature Edition, deverá rondar os 132 mil dólares – qualquer coisa como 117 mil euros.

12458.0.pos

12448.0.pos

12461.0.pos

12449.0.pos

12455.0.pos

12460.0.pos

12452.0.pos

12453.0.pos

12462.0.pos

12446.0.pos

12454.0.pos

12457.0.pos
12451.0.pos






fonte: TopGear/texto: FM

© 2015 GRUPO AUTOINDIA |Powered by slab studio

SIGA-NOS